Bem-Vindo à RAGG

Revista Amazonense de Geriatria e Gerontologia · FUnATI · raggfunati@gmail.com

Como o processo de cuidado do idoso é multifatorial, as pesquisas nas áreas da gerontologia e geriatria precisam ser cada vez mais incentivadas e intensificadas. Neste sentido, foi criada em 2009, a Revista Amazonense de Geriatria e Gerontologia (ISSN 1983-6929), que está ligada a Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade, com sede em Manaus - AM.

“Nossa missão é promover e divulgar a produção do conhecimento nas áreas de geriatria e gerontologia sob os mais diversos aspectos”.

A RAGG tem periodicidade anual sendo publicada no formato digital e impresso. Atualmente está classificada no extrato B4 no Qualis – Capes 2016 – Área interdisciplinar.


Quem somos

História

Em novembro de 2007 a Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) foi criada como Núcleo ligado ao Gabinete da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e posteriormente em 2012 transformada em Órgão Suplementar da UEA. Funcionando de 2007 a 2015 junto a Escola Superior de Ciências da Saúde da UEA. Em 31 de julho de 2015 foi inaugurada sua sede própria, e em Julho de 2018 por meio do Decreto-Lei Nº 4.625 o Poder Executivo do Estado do Amazonas autorizou a criação da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI).

Assim, a FUnATI foi criada a partir da preocupação do Dr. Euler Esteves Ribeiro, idealizador e fundador, com a formação de recursos humanos; fomento a pesquisas especializadas no campo de ciência do envelhecimento; suporte social visando o atendimento às políticas públicas essenciais aos envelhecentes/ idosos.

Dentro desse contexto, em 2009 surge a Revista Amazonense de Geriatria Gerontologia (RAGG) tendo como missão a disseminação de conhecimento na área do envelhecimento humano sob os mais diversos aspectos, por meio da divulgação de literatura científica.

A RAGG

É um periódico (ISSN: 1983-6929) anual publicado nos idiomas Português e Inglês, no formato eletrônico e impresso. Classificada como B4 pelo Qualis-Capes quadriênio 2013-2016, na área interdisciplinar.

São aceitos artigos originais, Revisões, Relatos, Atualizações e Comunicações Breves que abranjam em algum nível o envelhecimento humano sob os mais diversos aspectos.

A RAGG segue a política do livre acesso, tanto para quem envia seus estudos como para quem os acessa. Assim, a RAGG disponibiliza, via internet, através do acesso livre (Open Access) o conhecimento científico, ao público interessado, com objetivo de proporcionar o desenvolvimento da democratização do conhecimento humano e a aproximação entre pesquisadores e comunidade interessada.

Todos os documentos submetidos, após a triagem inicial, seguem para avaliação por pares nos moldes duplo cego (double-blind review). Caso haja divergência na decisão entre os 2 revisores, um 3 revisor é convidado


Guia para autores

Instruções para submissão de trabalhos

 

Artigos submetidos que não sigam este guia serão recusados.

 

A Revista Amazonense de Geriatria e Gerontologia publica gratuitamente debates, análises, artigos originais e de revisão, que tratem de temas específicos relevantes para alguns dos diversos aspectos multidisciplinares do envelhecimento. A submissão do manuscrito deve ser feita via arquivos de extensão /doc/docx/ (Word). A revisão gramatical dos manuscritos é de responsabilidade dos autores e essa informação constará no arquivo final da publicação. 

 

O manuscrito deve ser enviado pelo autor através do site da Revista, www.raggfunati.com.br, no menu “Envio de trabalhos”.

 

FORMATAÇÃO

 

Recomenda-se que os trabalhos apresentem o número mínimo de 2 mil palavras e máximo de 5 mil palavras (sem contar, títulos, autores e afiliações e referências).

O texto pode ser redigido em português, espanhol e inglês, entretanto, todos devem conter um  resumo em português e inglês (abstract).

As citações no texto devem seguir o método autor-data, em que o sobrenome do autor e o ano de publicação da fonte devem aparecer no texto, por exemplo, (JONES, 1998).  No texto, referências com 2 autores devem aparecer desta forma JONES e JONAS 1998, caso a refeência tenha mais de 2 autores deve-se citar JONES et al., 1998. 

A lista de referências completa deve aparecer em ordem alfabética por nome no final do artigo. A elaboração da lista de referências final deve ocorrer onforme instruções deste guia. 

 

O ARTIGO DEVERÁ CONTER: Título/ Autores/ Resumo-Abstract/ Palavras- Chave/ Introdução /Métodos/ Resultados/ Discussão/ Conclusão/ Conflito de Interesse/ Referências. Necessariamente e obrigatoriamente nesta ordem! Os subitens devem ser escritos em negrito e maiúsculo (Ex: RESUMO).

O manuscrito deverá ser redigido em letra Arial, tamanho 12, espaçamento entre linhas de 1,5cm. Recuo de parágrafo em 1,25cm e modo de texto justificado. 

 

Título: Os manuscritos deverão estarem acompanhados do título principal, devendo este ser escrito em língua vernácula, em fonte arial, tamanho 14 e em negrito. O subtitulo deverá vir logo abaixo, e em outra língua que não a vernácula, estando escrito em fonte arial, tamanho 14 e em itálico. O título não deve exceder 30 palavras, permanecendo no modo centralizado; idealmente as palavras utilizadas no título não devem aparecer nas palavras-chave. Exemplo:

 

Revista Amazonense de Geriatria e Gerontologia

Amazonense Journal of Geriatrics and Gerontology

 

Autores: Não há limite máximo de autores. A identificação dos autores deverá ser composta pelo sobrenome do autor em letras maiúsculas separado por vírgula das inicias dos demais nomes (ex: SILVA, J.), seguido de um número de expoente que identifica a filiação institucional (Departamento, instituição, cidade, estado, país). Para mais de um autor, separe usando ponto e vírgula (;). Deverá ser especificado quem é o autor correspondente, posicionando o asterisco em modo sobrescrito (ex: SILVA, J*) e desse ser informado o nome completo, seguido do endereço postal completo, e e-mail, todos separados por ponto.

Ex: FULANO, A1; BELTRANO, B2*

1Departamento de Gerontologia- Universidade do Brasil- Brasileia- AM

Centro de Geriaria- Hospital do Brasil- Cidade Brasil- AM

*Autor correspondente- Email: beltranodetal@email.com 

 

 O espaçamento será simples entre títulos, autores e afiliações. 

Deixar um espaço simples entre os títulos, um espaço simples entre títulos e autores, um espaço simples entre autores e afiliações, um espaço simples entre afiliações e autor correspondente. 

-Título autores e afiliação devem estar em uma única página inicial, separada do subitem resumo. 

 

Resumo/ Abstract: Deve ser conciso e do tipo estruturado, e obrigatoriamente conter os itens (Introdução, Objetivo, Metodologia, Resultados, Conclusão) destacados em negritos e dois pontos (:). Redigido em português e inglês, num único paragráfo, não excedendo 250 palavras. O mesmo deverá ser inserido imediatamente após a listagem dos autores. Não inclua referências, notas de rodapé ou abreviaturas indefinidas no resumo. 

Após a palavra resumo, devem-se adicionar dois espaços de 1,5cm.

 

Palavras - Chave: Recomenda-se a utilização de 3 a 5 palavras- chave. As palavras deverão estar precedidas por dois espaços de 1,5cm que as separam do resumo.   Elas deverão serem indicadas pela própria nomenclatura “Palavras- chave:”. Separadas entre si por ponto final.

EXEMPLO: Palavras-chave: Azul. Vermelho. Amarelo. Roxo 

 

Introdução: Descrever e definir o tema sob investigação, explicar as relações com outros estudos no mesmo campo, justificar a necessidade do estudo e especificar objetivo do estudo e hipóteses, se aplicável.

 

Métodos: Como seu estudo foi feito?  Explique como sua pesquisa foi feita. Cite as etapas, comitê de ética quando houver. Os métodos precisam deixar claro aos leitores como o estudo foi realizado. Aponte o software e os testes estatísticos utilizados, bem como a significância de seus dados.

 

Resultados: Os resultados pertinentes devem ser relatados com o uso de texto e/ ou tabelas e / ou figuras. Os dados incluídos em tabelas e figuras não devem ser duplicados no texto.

 

Figuras /gráficos/ quadros/ ilustrações e tabelas: Serão aceitos no máximo 7 materiais ilustrativos por artigo. As mesmas,  devem ter chamamento prévio no texto (Ex: Figura 1), e apresentar legenda concisa e clara. Devem ser inseridos no texto corrido e apresentar boa qualidade para posterior impressão.  

 

As figuras deverão ser acompanhadas de um título, estando este posicionado imediatamnete acima, alinhado a esquerda, em tamanho 10, fonte Arial  e espaçamento simples. O mesmo vale para tabelas, quadros, etc. As tabelas em seu interior, deverão serem construidas em espaçamento simples, fonte Arial e tamanho 10. 

 

Os títulos de tabelas/ figuras/ quadros/ etc./ deverão virem precedidos pela palavra Tabela, em negrito, respeitando a ordinalidade do texto. 

EX: Tabela 1-,  Tabela 2-, etc.

 

A legenda de tabelas/ figuras/ quadros/ etc./ devem ser apresentadas abaixo das mesmas, SEM espaços, em letra tamanho 10, fonte Arial e  espaçamento simples  na descrição.

 

Discussão: Interprete os resultados e relacione-os com o conhecimento existente e disponível, especialmente o conhecimento já apresentado na Introdução. Tenha cuidado para não repetir os dados apresentados nos Métodos e / ou na seção de Resultados. Limitações do estudo devem ser descritas, bem como, implicações clínicas. 

 

Conclusão: Deve responder com clareza o objetivo ou, os objetivos propostos. Pode-se inserir aqui reflexões sobre sugestões de continuidade da pesquisa e novos temas relacionados.

 

Conflito de interesse: Os autores devem declarar a existência de possíveis conflitos de interesse.

 

Referências: Evite referências que não estejam disponíveis internacionalmente, resultados e artigos não publicados e comunicação pessoal.

 

Todas as referências citadas no texto deverão ser apresentadas na listagem final, recomenda-se o número máximo de 50 referências.

 

Até 3 autores, todos devem ser citados na lista de referências, acima de 3 autores citar apenas o primeiro autor seguido de et al.

 

 

Exemplos:

 

 Artigos Científicos

 

SILVA, H.J; RAMOS, R.E; FERREIRA, D. Genética do envelhecimento. Nature, v. 278, n. 1, p.407-411, 2012.

 

MARTINS, H.J. et al. Genética do envelhecimento. Nature, v. 278, n. 2, p.407-411, 2012.

 

Livros

 

COPINI, C.E. Longevidade, senescência e genoma. Rio de Janeiro, Editora: Letras, 2 ed.1990.

 

Capítulos de livro

Rothstein G. Febre amarela. Em: COPINI, W.R.; SILVA, E.L.; RAMOS, J.P.; et al. (Eds.): Doenças Tropicais, 3ª Ed. Manaus: Letras, p. 749-762, 1994.

 

 

Monografias, Dissertacões e Teses

 

SOARES, F.HAvaliação da influência da alimentação na longevidade de idosos ribeirinhos. 2008. 108 p. Tese (Doutorado em saúde pública). Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS.

 

Material no prelo

 

OLIVEIRA F, J. et al. Avaliação da capacidade antioxidante do tucumã. Arquivos de Saúde ColetivaNo prelo 2021.

 

Trabalhos completos publicados em eventos científicos

COATES, V.; CORREA, M.M. A prevenção de doenças via alimentação saudável In: Anais do V Congresso Brasileiro de Alimentos; 2015; Manaus. p. 81-82

 

Ética: Para pesquisas envolvendo seres humanos e animais, é necessário que seja apresentado no subtítulo métodos, o número de aprovação do projeto em um comitê de ética, e instituição onde o projeto foi aprovado.

 

Todos os contatos serão realizados via e- mail do autor correspondente (que deverá ser a pessoa que enviará os arquivos ao site da revista: www.raggfunati.com.br).

 

Observações gerais:

 

• Abreviações: Em geral, os termos não devem ser abreviados, a menos que sejam usados repetidamente e a abreviatura seja útil para o leitor. Inicialmente, use a palavra por extenso, seguida da abreviatura entre parênteses. Depois disso, use apenas a abreviatura.

Exemplos: Organização Mundial da Saúde (OMS); 

World Health Organization (WHO)


• Unidades de medida: As medidas devem ser fornecidas em unidades do Sistema Internacional ou derivadas de SI. Visite o site do 
Bureau International des Poids et Mesures (BIPM) para obter mais informações sobre as unidades SI).
• Nomes comerciais: As substâncias químicas devem ser referidas apenas pelo nome genérico. Nomes comerciais não devem ser usados. Os medicamentos devem ser referidos por seus nomes genéricos. Se medicamentos patenteados foram usados no estudo, referencie-os pelo nome genérico, mencionando o nome comercial e o nome e localização do fabricante entre parênteses. 

 

Referências: Devem ser usadas as mais recentes, evite usar referências com mais de 10 anos, a não ser artigos especificos, que sejam marco para a ciência. 

 

Política Editorial: Revisão por pares 

A confidencialidade do processo de revisão tem como objetivo final manter a integridade da ciência, filtrando artigos inválidos ou de baixíssima qualidade. Nosso processo é denominado duplo cego em que o autor envia seu trabalho e este é redirecionado a revisores que durante todo o processo de revisão não tem informação da autoria do artigo que está sendo analisado. Na avaliação duplo-cego, tanto os autores como os avaliadores têm a identidade omitida, tendo como fim a eliminação a subjetividade das correções, impedindo que autores ou instituições sejam injustamente favorecidos ou desfavorecidos.


Envio de trabalhos



Edições


Equipe Editorial/Editorial Board

Editor Chefe

· Prof. Dr. Euler Esteves Ribeiro · FUnATI

· Profa. Dra. Ivana Beatrice Mânica da Cruz · UFSM

· Profa. Dra. Fernanda Barbisan · UFSM

Editores Associados

· Dra. Verônica Farina Azzolin · FUnATI/UFSM

· Dra. Ednea Aguiar Maia Ribeiro · FUnATI

Editora Assistente

· MsC. Cibele Ferreira Teixeira · UFSM


Contate-nos

Entre em contato conosco através do Email raggfunati@gmail.com ou utilize o formulario abaixo.